fbpx

Google Shopping: divulgue seus produtos gratuitamente

Google Shopping

Google Shopping significa algo para você? Talvez já tenha ouvido falar mas não saiba exatamente o que é.

Alguma vez já deve ter usado um comparador de preços como Zoom, Buscapé ou Bondfaro, certo? Essas ferramentas têm ganhado cada vez mais espaço no comércio eletrônico, sendo consideradas canais complementares à loja virtual.

Milhões de consumidores usam esses mecanismos para pesquisar produtos e já acessam diretamente as lojas virtuais a partir deles.

Mas o que talvez você não saiba é que é o Google Shopping funciona praticamente da mesma forma.

Ainda está confuso?

Já fez uma pesquisa no Google e apareceram várias sugestões de produtos em formato carrossel, como no exemplo abaixo?

Google Shopping Gratuito

O Google Shopping é a vitrine virtual do próprio Google e os produtos aparecem nos resultados das buscas, dependendo do que o usuário procura e das informações disponíveis do produto dentro da loja virtual onde as informações são buscadas.

Além de aparecer os itens na página principal, ainda existe uma aba exclusiva, a “Shopping”, logo ao lado das categorias “Imagens”, “Vídeos”, “Notícias”, “Vídeos”, etc.

Porém, esse recurso só estava disponível na modalidade paga. Ou seja, era preciso investir dinheiro em publicidade no Google para aparecer no Google Shopping.

Devido à Pandemia, no final de outubro de 2020 o Google liberou o que chamou de Listagem Gratuita,

Sim, agora é possível aparecer no Google Shopping sem precisar pagar por isso.

Isso significa que, se tem uma loja virtual, seus produtos podem passar a aparecer nos resultados de busca do Google Shopping

Mas como funciona na prática?

Para o usuário final é bastante simples:

  1. O usuário realiza uma pesquisa no Google;
  2. Os produtos (com imagens, preços e nomes das lojas virtuais) são exibidos no topo da página principal;
  3. Caso o usuário clique na aba “Shopping”, na parte superior do buscador, mais resultados são mostrados;
  4. Ao acessar uma das opções, o usuário é redirecionado à página do produto, dentro da loja virtual da empresa anunciante

Qual é a regra que define quem aparece primeiro?

É importante entender que, mesmo com a listagem gratuita, a exibição dos anúncios patrocinados (pagos) sempre possuem prioridade no Google.

Isso é meio óbvio e justo correto? Priorizar quem está pagando pela publicidade do produto.

Por isso, na página principal do Google, somente os anúncios pagos são exibidos.

Já na aba “Shopping”, há duas seções:

  • no topo, com os anúncios pagos
  • abaixo, os anúncios classificados organicamente (os não-pagos).

 

Somente Anúncios Pagos  aparecem na página principal

Google Shopping Página Principal

Na ABA Shopping, primeiro vêm os anúncios pagos e depois os gratuitos

Google Shopping Aba Shopping

Os anúncios pagos são ordenados de acordo com a relevância do produto e o histórico de buscas do usuário, além da estratégia de lances realizada pela empresa anunciante.

Já os não pagos (Lista Gratuita) são exibidos de acordo com a relevância do produto e o histórico de busca do usuário.

A relevância do produto está diretamente ligada às informações constantes no cadastro do produto na loja virtual (título, descrição, tags, palavras chaves, código de barras, etc)

Mas, se os anúncios pagos têm prioridade, vale a pena aparecer na lista gratuitta do Google Shopping?

É claro que vale!

Consegue imaginar quantas pessoas pesquisam produtos no Google a todo momento?

De acordo com estudos publicados no Think With Google, em 2020, devido à pandemia, tivemos um crescimento exponencial de buscas por “como comprar…” , “onde comprar…”, onde encontrar…”

Mesmo que ainda não invista em publicidade no Google, ter seus produtos catalogados no Google Shopping, prontos para serem exibidos quando alguém procurar o que você vende, é uma excelente forma de divulgação e geração de tráfego para a sua loja virtual, sem custos.

O que é preciso para aparecer no Google Shopping?

O processo é um pouco complexo. Na verdade um verdadeiro quebra cabeças, pois o Google é extremamente exigente com a qualidade dos dados.

Requisitos mínimos

  1. Uma loja virtual com produtos cadastrados e páginas de políticas de e-commerce
  2. Um arquivo com o feed do seu catálogo de produtos
  3. Uma conta ativa e configurada do Google Merchant Center, com domínio verificado e reivindicado.

Por isso que é muito fácil estragar tudo se fizer algo errado. Quando isso acontece, o Google simplesmente reprova seus produtos e a empresa não poderá divulgá-los.

Se possui uma loja virtual está esperando o que para colocar seus produtos no Google Shopping?

Fale conosco

Temos o expertise para realizar todo o processo de configuração e vinculação do seu e-commerce no Google Shopping.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Precisa de ajuda?

×